Por que Laguna quer ser sua praia?
As praias de Laguna têm muita história para contar: botos que pescam com os pescadores, farol, casario secular, Anita Garibaldi, ondas para surfistas ...
Praias de Laguna
1484
post-template-default,single,single-post,postid-1484,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Por que Laguna quer ser a sua praia?

Laguna

Por que Laguna quer ser a sua praia?

Sua ideia é entrar no verão com o pé direito? Laguna, Santa Catarina, lança o desafio: quais outras praias do Brasil reunem tantos atrativos?

 

 

Laguna

Praias para lavar a alma d sufistas

 

 

É fácil reconhecer que uma das qualidades indiscutíveis das praias catarinenses é a singularidade. E em Laguna ela é ainda mais evidente. Além da imagem solar e face histórica, ela nos envolve em atmosfera mágica orquestrada por golfinhos e baleias. A natureza das praias de Laguna é privilegiada: a do Gi com suas pedras em tom rosa; as praias do Cardoso e da Galheta, legais para o surfe e admirar baleias francas que circulam com os filhores pela orla, além da Prainha do Farol com rochedos para os que curtem ‘a pesca de beira de pedra’.

 

 

 

 

Laguna

 

 

Em viagens às vezes podemos fazer descobertas únicas, e uma delas aconteceu em Laguna. Ao lado dos molhes no início da Ponta da Barra, nosso olhar se deteve na vivacidade das garças e na espera dos pescadores. De repente um rebuliço toma conta de todos. Na superfície da água golfinhos chamam a atenção dos pescadores que alertas se posicionam com suas redes. É isso mesmo moçada, saibam que ali golfinhos e homens pescam juntos. Como assim? Os pescadores explicam que é mais ou menos, como fazem os tropeiros cercando o gado para juntá-lo no curral. Só que em Laguna isso é trabalho para … golfinhos. Estes encontram cardumes, os forçam a entrar no canal conduzindo-os na direção dos pescadores. Quando percebem que o cardume já está ao alcance das redes, os golfinhos emitem um sinal para as tarrafas serem lançadas. Os peixes que não caem na rede nadam para o fundo onde os golfinhos esperam pela comilança.

 

 

Laguna

Centro histórico de Laguna

 

 

Mas o encantamento de uma viagem para Laguna também gira em torno de seu casario em estilo barroco e açoriano tombado como patrimônio nacional pelo IPHAN, e a história da bela e valente Anita Garibaldi. Anita com 18 anos e o comandante Garibaldi com 32 iniciaram uma paquera entre “balas e canhonaços”. Os dois atuam em batalhas no Brasil e no Uruguai. Anita passou para a história universal como a “Heroína dos Dois Mundos”, pois mais tarde, já em terras italianas, o casal lutou nas batalhas que unificaram aquele país.

 

 

Laguna

Farol Santa Marta

 

 

Outros motivos me levaram à Laguna, conhecer um dos mais belos faróis do litoral brasileiro, o Farol de Santa Marta, foi um deles. Seus ’olhos’ se estendem por 92 quilômetros geográficos. Ladeado pelas praias do Cardoso, da Cigana, e da Prainha, a 14 quilômetros de Laguna, foi construído por franceses em 1881 e é considerado o maior das Américas e o segundo do mundo. Hoje, sua importância se resume mais à proteção dos pequenos barcos pesqueiros, pois as grandes embarcações, com todo seu aparato tecnológico, não mais necessitam dessas míticas construções que tanto encantam os viajantes.

 

 

Laguna

Praias lacustres

 

 

Para mim a beleza de Laguna é uma combinação de praias extensas e oceânicas que convidam a longas caminhadas, praias lacustres de águas transparentes e mornas com vegetação de restinga, costões de pedra, enseadas fechadas, ilhas, a presença de dunas, além de passear no porto, conhecer o mercado e flanar pelas ruas cheias de charme.

 

 

Laguna

 

Heitor e Silvia Reali
"Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado."