8 sets de filmagens do Game of Thrones que você pode visitar
Confira oito locais de filmagens de Game of Thrones, em diversos países, que inspiraram os diretores para essa série fantasiosa de tanto sucesso
Game of Thrones
55564
post-template-default,single,single-post,postid-55564,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

8 sets de filmagens do Game of Thrones que você pode visitar

Castelo de Zafra

8 sets de filmagens do Game of Thrones que você pode visitar

O inverno na nossa Terra já chegou e promete muitas surpresas. Pelo menos para os espectadores de ‘Game of Thrones’ as próximas semanas serão de calafrios intensos, e anuncia que está longe o segredo que faz da série um tremendo sucesso. Essa história fantasiosa se baseia num fato real – a Guerra das Rosas – , conflito pela disputa do trono da Inglaterra, no século 15.
A espera da grande Batalha de Winterfell e o desfecho desta 8ª e última temporada da saga de gelo e fogo do escritor R.R. Martin, adaptada pelos diretores Alan Taylor, D. B. Weiss, Michel Sapochnik e David Benioff , entre os principais, traz a expectativa que neste seriado nada é previsível.

 

Gruta de Grjótegjá,

Gruta de Grjótegjá, Islândia
crédito: Shutterstock

 

Grjótagjá, uma fonte termal geotérmica no norte da Islândia, é o local da cena em que Jon Snow e Ygritte se apaixonam durante a 3ª temporada de “Game of Thrones”.

 

Dubrovnik

O centro histórico de Dubrovnik, Croácia
crédito: Dubrovnik City

 

O centro histórico de Dubrovnik apareceu pela primeira vez na tela como “King’s Landing” durante a 2ª temporada do Game of Thrones. Ali podemos percorrer a cidade medieval murada, com a imaginação na capital dos ‘Sete Reinos’, em um passeio temático pela GOT , passando pelos degraus da magnífica Igreja Santo Inácio de Loyola da Cidade Velha (local da brutal “caminhada da vergonha” de Cersei Lannister), e Fort Lovrijenac, a fortaleza real onde aconteceram as filmagens da épica Batalha de Blackwater.

 

Vatnajokull

Parque Nacional Wall Vatnajökull, Islândia
crédito: Travel Nordi Visitor

 

Em Game of Thrones, os lagos congelados, campos de lava gelada e crateras cheias de neve localizadas além de ‘Castle Black’ e ‘North of the Wall’ são os territórios selvagens do Cavaleiros Brancos. Da ficção para a realidade se trata da tundra do Parque Nacional Vatnajökull, um deserto gelado protegido a leste da capital islandesa, Reykjavik . Embora seja necessária uma boa quantidade de efeitos especiaias para a “Terra do Sempre Inverno” que os fãs do GOT veem na tela, as enormes geleiras, cavernas de gelo e áreas geotérmicas usadas como locais de filmagem são lugares que você pode visitar em Vatnajökull , e mais: as paisagens são quase tão naturais quanto as da série.

 

Jardins de Dorne

Jardins de água de Dorne, Alcázar de Sevilha, Espanha
crédito: Spain Holiday

 

Durante a 5ª temporada, este palácio andaluz de 700 anos apareceu como o Water Gardens of Dorne, sede da Casa Martell, de Sunspear. Trata-se na verdade do Alcázar de Sevilha, Patrimônio Mundial da UNESCO, reconhecido como o mais antigo palácio real ainda em uso da Europa, pois os aposentos superiores são a residência da família real da Espanha. O edifício primorosamente detalhado de Sevilha é também considerado um dos exemplos mais bem conservados da arquitectura mudéjar (estilo mourisco). O bom é que para os fãs de GOT e da arquitetura, os jardins ficam abertos ao público diariamente.

 

Bardenas Reales

Bardenas Reales, Espanha
crédito: Shutterstock

 

Durante a sexta temporada do GOT , Daenerys Targaryen (a Mãe dos Dragões) é mantida em cativeiro por tribos de cavalos nômades nos vastos campos de Essos, conhecidos como Mar Dothraki. Para filmar essas cenas, o elenco e os membros da equipe viajaram ao norte da Espanha, até o Parque Natural Bardenas Reales que imagina-se ter uma paisagem semelhante a Marte. Esta região árida estende-se por cerca de 40 mil ha pela região de Navarra, fronteira com o País Basco, e podem ser explorados de carro, a pé ou de bicicleta.

 

Dunluce Castle

Dunluce Castle, Irlanda
crédito: Belfast Live

 

Para visitar o porto onde Theon Greyjoy retornou pela primeira vez de Winterfell para as Ilhas de Ferro, vá para a costa tempestuosa e acidentada da Irlanda do Norte. Algumas dessas cenas importantes da 2ª temporada foram filmadas no Castelo Dunluce, no condado de Antrim, cerca de duas horas ao norte de Dublin. Mas não espere ver uma réplica exata do imponente castelo da Casa Greyjoy em Pyke; você terá que usar um pouco de imaginação, pois a estrutura ganhou um ‘banho de loja’ antes de aparecer em Game of Thrones.

 

 

Meteora

Meteora, na Grécia
crédito: Phototur

 

 

Esses mosteiros do século 11, no topo de colossoais rochedos, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, foram a inspiração dos diretores da 1ª temporada para ‘The Eyrie’ a principal fortaleza da Casa de Arryn, localizada perto da costa leste de Westeros, e serviram da Sky Cells, onde Tyrion Lannister foi preso.

 

Essaouira

Medina murada de Essaouira, Marrocos
crédito: TheTelegraph

 

Os diretores de Game of Thrones sem dúvida tinham bom gosto para a escolha das locações, e se inspiravam nos Patrimônios da Humanidade da UNESCO. Aqui não foi diferente, e para ‘Astapor’, lar dos qualificados soldados de escravos, conhecidos como Imaculados, a preferência recaiu sobre a Medina murada de Essaouira, cidade portuária na costa atlântica do Marrocos.

 

Castelo de Zafra

foto: Castelo de Zafra, Espanha
crédito:Wikipédia

 

A longe a visão do castelo de Zafra, província de Guadalajara, é impressionante. Construído no século 13, no cume de um rochedo a 1.400 metros de altura, e é a única construção visível a quilômetros de distância. O castelo apareceu como a Torre da Alegria, na 6ª temporada, e onde Ned Stark e sua Guarda Real brigam com Sir Arthur Dayne e outros capangas Targaryen.
Localizado na Sierra de Caldereros, a cerca de duas horas a leste de Madri, esse castelo é facilmente alcançado de carro a partir da aldeia de Hombrados.

 


Comentários

Heitor e Silvia Reali
"Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado."