Aiuruoca e suas 80 cachoeiras, e isso não é cascata
Localizada ao sul de Minas, a 370 da km de São Paulo, essa pequena cidade mimetizada a 1.000 metros de altitude na Serra da Mantiqueira se harmoniza na paisagem. Bem-vindo a esse lugar predestinado ao bem viver.
Aiuruoca
54212
post-template-default,single,single-post,postid-54212,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Aiuruoca e suas 80 cachoeiras, e isso não é cascata

PIco do Papagaio, Aiuruoca

Aiuruoca e suas 80 cachoeiras, e isso não é cascata

Esqueça o relógio, tire o pé do acelerador e nem pense em fazer dieta. Você acabou de entrar em território mineiro. Destino Aiuruoca.
Aiuruoca! Difícil de pronunciar? Pois bem, comece a praticar e acostume-se a ele porque esse nome de origem indígena que significa ´toca do papagaio´, vai ser muito ouvido e falado. Localizada ao sul de Minas, a 370 da km de São Paulo, essa pequena cidade mimetizada a 1.000 metros de altitude na Serra da Mantiqueira se harmoniza na paisagem. Bem-vindo a esse lugar predestinado ao bem viver.

Aiuruoca

Cachoeira do Fundo
crédito: Pinterest

 

 

Razões inexplicáveis nos aproximam de um rio, cachoeira, montanha, floresta ou até mesmo de rochedos moldados pelo vento. Há uma paisagem que fala mais a nossa alma, e a região de Aiuruoca, ao lado do Pico do Papagaio, nos coloca a dois passos de cada uma delas. E ainda brinda à aventura seja qual for seu esporte predileto: trekking, biking, montanhismo, off-road, caiaque, técnica do rapel e cavalgadas. Haja fôlego!
Aiuruoca é também local propício a observação de pássaros, para os que curtem os vestígios da cultura colonial brasileira, e a noite um céu límpido para os que curtem astronomia.
Ahh! Sabe o que mais há bem pertinho? Que tal São Tomé das Letras (65 km), ou Carrancas (110 km) e ainda a 114 km para o Parque Nacional de Itatiaia? Cá entre nós, em Aiuruoca sempre tem ação.

 

 

Aiuruoca

Pousada Fazenda São Pedro

 

 

Consagrada à aventura, Aiuruoca enfeitiça, cativa. Mas dá trégua em um oásis de conforto. Se, até alguns anos atrás essas paisagens eram reservadas aos viajantes românticos e aventureiros que se adaptavam às barracas ou acomodações espartanas, hoje há na região a Pousada Fazenda São Pedro.
O clima retrô convida o hóspede a desacelerar da modernidade, e está presente na decoração assinada por Fabíola Arantes. A proprietária deseja transmitir a ideia dos anos de 1830 quando da construção da casa colonial. E, a presença constante dos donos da fazenda dá ar de informalidade e atendimento intimista. Sem contar a gastronomia mineira, de generosas porções e com sabores únicos como o queijo de Cruzília, cidade próxima e famosa por esse laticínio. E, nem será preciso dizer que os petiscos mineiros são acompanhados das branquinhas provenientes dos bons alambiques da região.

 

 

 

Aiuruoca

 

Com o ponto de partida na Fazenda São Pedro, iniciamos nossos roteiros. Depois de um farto café da manhã, fomos conhecer o Pico do Papagaio, a 2.000 m de altitude, principal atração daquele território. Suas panorâmicas, bem como as do Cânion Cavalo Baio, oferecem uma espetacular vista em 360°. Mas atenção, a caminhada não é leve e toma em média 2h30, e nos meses de chuva pode demorar um pouco mais. Porém, vale cada passo.

Sem esconder minha predileção por trekking e montanhismo, confesso que outra boa atividade para conhecer o lugar são as cavalgadas, melhor ainda no final da tarde quando a luz suave e mágica do entardecer satura as paisagens de tons dourados.

Airuoca

Cachoeira dos Garcias
crédito: Youtube

 

 

Aiuruoca é ainda uma espécie de parque temático para quem tem interesse particular por cachoeiras. É difícil escolher qual delas visitar. Para Fábio Cordeiro, praticante de rapel e fã de carteirinha de Aiuruoca, a ‘Deus me Livre’, a ‘dos Macacos’, a ‘dos Garcias’, a ‘do Fundo’ e a ‘Aiuruoca’ são algumas das mais de 80 cascatas que precisam fazer parte de sua lista. São pra lavar a alma.
Boas viagens de aventura não são apenas aquelas que se valem do susto ou de dores musculares, mas também as que provocam a imaginação e a fantasia.
Grande inspiração para uma viagem. Concorda? Vai lá e depois me diga se não estou certo.

Aiuruoca

PIco do Papagaio
crédito: Pousada Fazenda São Pedro

 

 

Como chegar;
De São Paulo a Aiuruoca são 370 km. São dois os caminhos, um pela BR-116 e outro pela BR-381. Nossa escolha recaiu na última por ser mais pitoresca.

Onde ficar:
Pousada Fazenda São Pedro www.fazendasaopedro.com.br


Comentários

Heitor e Silvia Reali
"Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado."