Agatha Christie na Riviera Inglesa
Para entrar nos cenários dos livros policiais que inspiraram a escritora Agatha Christie na Riviera Inglesa, fomos conhecer a cidade de Torquay, em Devon, Inglaterra
Agatha Christie na Riviera Inglesa
1047
post-template-default,single,single-post,postid-1047,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Agatha Christie na Riviera Inglesa

Agatha Christie na Riviera Inglesa

Viemos à Torquay, na Riviera Inglesa, na pista da “Dama do Crime” – Agatha Christie. E não é que também encontramos um séquito de apaixonados perseguindo a escritora? Tudo por causa que em 2015 a Inglaterra prestou tributo a ela, que ali nasceu, e se viva estaria completando 128 anos. Ulalalá!! Mas, Agatha Christie não envelhece, e seus 80 romances, contos, peças teatrais ainda prendem leitores com seus enredos sagazes, intrigas, todos de grande aventura.

 

Agatha Christie publicou mais de 80 romances, contos, peças teatrais
crédito; Viramundo e Mundovirado

 

Os fãs da escritora desembarcam na Riviera Inglesa para mergulharem na misteriosa atmosfera dos seus romances policiais: cottages perdidas nas colinas, suntuosas e ancestrais mansões em estilo Tudor ou Vitoriano, antigas estações de trens, e até sua própria casa – Greenway. Muitos dos cenários ambientados nos livros de Agatha Christie, ali permanecem intactos.

 

Torquay, bela cidade na Riviera Inglesa
crédito: Viramundo e Mundovirado

 

Torquay foi vital para sua criação literária. Ali ela encontrou em um ônibus um imigrante belga, baixo e meio atarracado, com um bigodinho curvo, que mais tarde transformaria no detetive Hercule Poirot. Já sua experiência no hospital onde atuou como enfermeira e aprendeu a distinguir perfeitamente os efeitos mortíferos de um arsênico, estricnina e de uma eserina, foram fundamentais para o roteiro da novela “A Casa Torta”.

 

Cottages que inspiraram Agatha Christie, na região de Devon crédito: Viramundo e Mundovirado

 

 

Neste ano a cidade de Torquay programou debates, palestras, exibições de documentários e trechos de suas histórias e peças. Há também um tour aos locais que instigaram Agatha Christie, onde a realidade ganhou aura de ficção. São vinte paradas, e em cada uma, uma novela, conto ou particularidade da vida da escritora.

 

Charneca,
crédito Viramundo e Mundovirado

 

Seguimos o roteiro lendo livros em tempo real. No Imperial Hotel, três histórias são contabilizadas: “A Casa do Penhasco”, “Um Corpo na Biblioteca” e “Um Crime Adormecido”. Por uma porta entramos na sua obra-prima O Assassinato de Roger Ackroyd; no Museu de História Natural foi a vez de O Homem de Terno Marrom. Para finalizar, a casa Greenway, cenário de três novelas, dentre elas “Punição para Inocência”, a mais conhecida. Todos os 20 livros que pontuam o roteiro podem ser recontextualizados seguindo-se os passos da escritora.

 

 

Cemitério no vilarejo de Buckfastleigh, lugar que inspirou vários escritores de contos de terror e policiais crédito; Viramundo e Mundovirado

 

Como chegar:
Entre no clima de seus livros, na hora, utilizando o transporte ferroviário, partindo da estação de Reading, a mais próxima do aeroporto de Heathrow, em direção a Torquay (pouco mais de três horas). Agatha Christie utilizava sempre esse meio de transporte, que como ela disse, “o trem exerceu grande fascínio sobre mim”. Nele ambientou muitas de suas novelas policiais.

 

Casa Greenway, residência de Agatha Christie por mais de 30 anos
crédito: Viramundo e Mundovirado

 

Onde ficar: Grand Hotel (www.grandtorquay.co.uk). Situado no seafront, bem no coração da Riviera Inglesa, esse hotel que data do início do século 19 dispõe de confortáveis e amplos quartos. Peça para ficar no quarto em que Agatha Christie e o Cel. Archibald Christie passaram a lua-de-mel, em 1914. Tem janelões de frente para o Canal da Mancha, de onde se pode admirar todo o promenade que circunda a orla.

 

Onde comer: The Elephant Restaurant (www.elephantrestaurant.co.uk). Particularmente dedicado à gastronomia do mar, seu cardápio também inclui especialidades da cozinha inglesa. E não deixe de pedir ali uma tábua de queijos ingleses. Você vai se surpreender pela qualidade.


Comentários

Heitor e Silvia Reali
"Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado."

Post a Comment